Realizar busca
- 15/12/2017 - 20:00
Ibovespa tem leve recuperação e fecha com alta de 0,25%
 

A bolsa brasileira teve poucas referências para operar nesta sexta-feira, 15, e acabou por ter um pregão de oscilações contidas. Depois que a reforma da Previdência foi oficialmente adiada, o mercado buscou recompor parte das perdas dos últimos pregões e para isso contou com a influência positiva das bolsas de Nova York. A cautela com o cenário doméstico ainda bastante indefinido, contudo, limitou uma alta expressiva. Assim, o índice terminou o dia em alta de 0,25%, aos 72.607,69 pontos.

Nesta sexta-feira, o presidente Michel Temer teve alta hospitalar e voou de São Paulo para Brasília, onde deu posse ao seu novo ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun. Alinhados, os dois discursos buscaram manter viva a esperança de aprovação da Previdência e deram continuidade ao discurso pró-reforma. Segundo Temer, o adiamento da reforma foi “ótimo”, porque os deputados terão o tempo do recesso para perceber a resistência à proposta não é tão “feroz”.

A expectativa em torno da reforma deu o tom dos negócios ao longo da semana, que foi marcada por alta volatilidade no mercado de ações. Mesmo assim, o Ibovespa terminou o período perto da estabilidade, acumulando baixa de 0,17%. Um dos pontos mais significativos da semana ocorreu na quarta-feira, quando o senador Romero Jucá (PMDB-RR), líder do governo no Senado, antecipou ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado, um acordo para o adiamento da votação da proposta para fevereiro. A informação foi confirmada na quinta-feira pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Desde então, os temores do mercado giram em torno da impossibilidade de votação da matéria em um ano eleitoral e do risco de as agências de rating promoverem um rebaixamento da nota de crédito do Brasil.

Na análise por ações, uma das mais destacadas foi Vale ON, que subiu 1,79%, recuperando perdas recentes, apoiada na alta de 2,23% do minério de ferro no mercado à vista chinês. Já as ações da Petrobras recuaram 1,58% (ON) e 0,40% (PN), em um dia de instabilidade do petróleo. Os papéis do setor financeiro seguiram em sentidos diversos, com alta de 0,56% de Banco do Brasil ON e baixa de 0,40% de Bradesco PN.
 
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Clima

 

Cotação


Cotações de Moedas fornecidas por Investing.com Brasil.
​​