Realizar busca
- 14/12/2017 - 22:54
Exportações em forte alta geram superávit de US$ 9,6 bilhões no comércio com o Mercosul
As exportações brasileiras para o Mercosul  acumularam até o mês de novembro alta de 18,58% e totalizaram US$ 21,037 bilhões. Por outro lado, as importações cresceram num ritmo menos significativo (2,7%) para US$ 11,396 bilhões. Com isso, o fluxo de comércio com a Argentina, Paraguai, Uruguai e Venezuela (tecnicamente suspensa do bloco) geraram um superávit de US$ 9,641 bilhões, o segundo maior obtido pelo Brasil com blocos comerciais, atrás apenas dos BRICs, que contam com a participação da China, o principal parceiro comercial do Brasil nas exportações e importações.

O carro-chefe das exportações brasileiras para o Mercosul são os produtos industrializados, com vendas totais em alta de 25,1% de janeiro a novembro para US$ 18,55 bilhões e uma participação de 88,2% no total exportado para os membros do bloco. Os produtos básicos geraram receita no valor de US$ 1,831 bilhão, correspondentes a 2,94% dos embarques totais para os quatro países.

Enquanto isso, os produtos semimanufaturados geraram negócios no montante de US$ 619 milhões, equivalentes a 2,94% das exportações aos demais membros do Mercosul. Os automóveis lideram a pauta exportadora para o Mercosul, com um volume total de US$ 4,51 bilhões (alta de 45,9% sobre o mesmo período de 2016 e participação de 21% nas exportações para o bloco).

Outro destaque foram os veículos de carga, responsáveis por 8,9% das vendas e fonte de uma receita no valor de US$ 1,88 bilhão. Ainda dentro da cadeia automobilística, partes e peças para automóveis e tratores foram outro item importante na pauta das exportações para o Mercosul, com vendas totais de US$ 1 bilhão e uma fatia de 5% do total exportado. A Argentina figura, de forma destacada, como o grande parceiro comercial do Brasil no Mercosul. O país portenho foi o destino de 76% das exportações para o bloco (US$ 16,042  bilhões) e foi também o líder nas importações brasileiras no Mercosul (US$ 8,69 bilhões).

Em segundo lugar, o Paraguai importou produtos brasileiros no total de US$ 2,41 bilhões (11% dos embarques para o bloco) e exportou US$ 1,05 bilhões, o Uruguai  ocupou a terceira posição com importações da ordem de US$ 2,15 bilhões e exportações no montane de  US$ 1,18 bilhão. Em último lugar, a Venezuela, destino final de bens brasileiros no total de US$  427 milhões e exportações totalizando US$ 347 milhões. 

Fonte: http://www.portalntc.org.br/internacional/exportacoes-em-forte-alta-geram-superavit-de-us-96-bilhoes-no-comercio-com-o-mercosul/59057

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Clima

 

Cotação


Cotações de Moedas fornecidas por Investing.com Brasil.
​​