Realizar busca
- 14/12/2017 - 23:07
CNI vê a economia do País em crescimento moderado

A entidade estima um crescimento do PIB de 1,1% neste ano e de 2,6% em 2018

 
A economia brasileira retoma o crescimento, mas em ritmo moderado, de acordo com a Confederação Nacional da Indústria (CNI). A estimativa é de um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), em 2017, de 1,1% e uma inflação de 2,9%. A expansão da indústria fechará o ano em 0,2%, após três anos de queda, quando acumulou uma retração de 10,9%.
 
Em 2018, o crescimento estimado do PIB é de 2,6% e da indústria, de 3%. A previsão é que os investimentos aumentem em 4%. O consumo das famílias deverá crescer 2,8%. O desemprego cairá para 11,8% e a inflação fechará o ano em 4,4%. As projeções levam em consideração a aprovação da reforma da Previdência, em discussão no Congresso Nacional.
 
O estudo aponta para a necessidade da retomada do investimento no país, tido pela CNI como fundamental para o novo ciclo de crescimento. A estimativa é que o investimento fechará 2017 com retração de 2,1%, a quarta queda anual consecutiva.
 
Consumo das famílias
 
Com a queda da inflação, o consumo das famílias crescerá 1,3% este ano, segundo a CNI. E o desemprego deve ficar em 12,8%. Com os dados, a avaliação da CNI é de que a economia brasileira saiu “da recessão mais profunda da sua história”.
 
As projeções estão na edição especial do Informe Conjuntural – Economia Brasileira, com um balanço do desempenho da indústria e da economia brasileira em 2017 e previsões para 2018, divulgado hoje (14).
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Clima

 

Cotação


Cotações de Moedas fornecidas por Investing.com Brasil.
​​