Realizar busca
- 22/10/2018 - 09:35
Startup que imprime casa recebe investimento de US$ 9 milhões

Mesmo sabendo do potencial das impressões 3D hoje em dia, ainda é impressionante pensar em uma casa sendo construída dessa forma. Parece futurista, mas isso já é uma realidade: no início deste ano, a ICON, uma startup de construção e robótica, construiu uma casa de 74 m² em um único dia com uma impressora 3D.  Mas o que espanta não é somente a rapidez – em parceria com a New Story, uma ONG que trabalha para reduzir o déficit habitacional, a ICON levantou uma casa do zero com apenas US$ 10 mil.

Com a iniciativa, Jason Ballard, cofundador e CEO da ICON, pretende revolucionar o mercado de construção com técnicas totalmente inovadoras. “Fazer abordagens antigas um pouco melhor não é resolver o problema”, disse ele para o Crunchbase News. “A nossa missão na ICON é reinventar a abordagem da construção e construção de casas e disponibilizar habitações acessíveis e dignas para todos, em todo o mundo. A indústria de construção de casas precisa de uma mudança completa de paradigma”.

A casa foi feita com a impressora Vulcan, desenvolvida para trabalhar mesmo em condições não favoráveis, onde o fornecimento de energia pode ser instável e a água potável escassa. Segundo as empresas, o objetivo é usar a tecnologia para construir 100 casas em países que não contam com uma infraestrutura adequada, como Haiti e El Salvador, e reduzir ainda mais o custo de produção de cada unidade, que pode chegar a US$ 4 mil.

A impressora móvel da ICON pesa quase uma tonelada e imprime no local exato que a casa ficará no futuro. Com a Vulcan, o desperdício é quase zero e a casa se torna altamente durável, de baixa manutenção e eficiente em termos energéticos para operar, de acordo com a ICON. Para construir a casa, a empresa utilizou o concreto porque, segundo Ballard, ele “é um dos materiais mais resilientes da Terra”. “O concreto tem um desempenho excepcional contra enchentes, incêndios, ventos, bolor ou insetos – fatores que, se ignorados, poderiam prejudicar o desempenho a longo prazo das casas ou a sua vida útil”, disse ele.

A casa de 74 m² construída em Austin, nos Estados Unidos, e acabou sendo mais do que o primeiro protótipo da empresa – ela se tornou uma prova de conceito para os investidores. “Completar essa casa validou o que estamos tentando mostrar para a comunidade de investidores”, disse Jason Ballard. “Mostramos que podemos atrair clientes à medida que desenvolvemos nossa tecnologia. Nosso objetivo nos próximos anos é imprimir uma casa de 140 m² a 185 m² em 16 horas”.

Mais próximo do objetivo

Agora, a empresa parece estar alguns passos mais perto desse objetivo. Em um investimento semente, a ICON captou US$ 9 milhões na rodada inicial. Liderada pela Oakhouse Partners, um fundo de venture capital focado em startups em estágio inicial, a rodada também contou com a participação da Vulcan Capital, fundo do cofundador da Microsoft que morreu nesta semana, da DR Horton, uma das maiores construtoras dos Estados Unidos, da Emmar, uma das maiores do Oriente Médio, e da aceleradora Capital Factory.

Jason Portnoy, sócio da Oakhouse, está otimista em relação ao investimento na empresa. “O que a equipe da ICON realizou em um período tão pequeno não é apenas um avanço na construção de casas, é uma inspiração para o mundo inteiro pensar fora da caixa sobre como a humanidade enfrentará a crise imobiliária global”, disse ele. Atualmente, a empresa possui muitos pedidos de casas, incluindo a construção de residências na América Central. Com o sucesso da empresa, os investidores DR Horton e Emaar, por exemplo, também estão ansiosos para implantar a tecnologia e colaborar em “projetos residenciais muito inovadores”, disseram.

Para cumprir a promessa de construir casas de 140 m² a 185 m² em 16 horas, a ICON utilizará o investimento recebido para aprimorar ainda mais sua tecnologia e lançar a segunda geração de sua impressora 3D, a Vulcan, no primeiro semestre de 2019. No próximo ano, a empresa também pretende dobrar sua equipe de 10 para 20 colaboradores, desenvolver um novo laboratório e escritório, disseminar suas casas 3D dentro e fora dos Estados Unidos e construir 100 casas em El Salvador em parceria com a New Story.

 

Fonte: StartSe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Clima

 

Cotação


Cotações de Moedas fornecidas por Investing.com Brasil.
​​