Realizar busca
- 08/03/2019 - 08:22
Startup de entregas Glovo vai deixar o Brasil

A startup espanhola de entregas de encomendas Glovo informou que deixa o Brasil esta semana, após 12 meses no país. A empresa concorre com empresas como Rappi e James Delivery, que foi comprada em dezembro pelo grupo GPA.

A Glovo informou ter percebido que o Brasil é um mercado extremamente competitivo e que, para obter o sucesso planejado originalmente, precisaria de mais investimento e tempo para penetrar, liderar e alcançar rentabilidade.

Há dois meses, a Glovo havia informado que estava entrando no mercado B2B, para fazer envios e entregas para empresas. O movimento não foi bom o bastante para ter parado a derrocada da startup colombiana.

A concorrência com a Rappi

No Brasil, a Glovo e a Rappi sempre rivalizaram, pois competiam no mercado de aplicativos de “delivery de tudo”. Enquanto a Glovo é espanhola, a Rappi é colombiana.

Ambas disputavam a liderança do setor também no Brasil. No decorrer do tempo, elas tomaram caminhos diferentes.

Enquanto a Glovo caminhou para se tornar uma solução completa para empresas – a exemplo do Glovo Business -, a estratégia da Rappi é se tornar um superaplicativo. No entanto, a Glovo não foi capaz de sustentar o seu próximo ciclo de expansão no Brasil.

A Glovo informou, ao anunciar sua saída do Brasil, que para obter o sucesso planejado originalmente, precisaria de mais investimento e tempo para penetrar, liderar e alcançar rentabilidade.

A startup espanhola afirmou que vai honrar todos os compromissos com usuários, parceiros e entregadores em sua saída programada.

 

Fonte: StartSE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Clima

 

Cotação


Cotações de Moedas fornecidas por Investing.com Brasil.
​​