Realizar busca
- 27/03/2017 - 16:46
Sindmat é obrigado a deixar sede e recorre à Casa Civil para solucionar

Em virtude de uma ordem judicial, o Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas em Mato Grosso terá que deixar a atual sede, localizada em uma área pública no Distrito Industrial, e retornar à antiga, que fica no Bairro Buriti, ambos em Cuiabá.

Sindicato aponta prejuízo aos motoristas com mudança de endereço repentina

Nesta segunda (27), funcionários do Sindmat se depararam com as fechaduras da unidade trocadas e não puderam entrar no local. Por conta disso, sindicalistas foram à Casa Civil e ouviram do secretário-adjunto de Integrada e Modernização Institucional, José Adolpho de Lima Avelino Vieira, que um diálogo deve ser iniciado no âmbito do Executivo com as entidades que têm interesse na área.

Os sindicalistas alegam que o atual local é mais próximo das empresas que precisam de atendimento da entidade e evita que os caminhões circulem pela cidade. Segundo informações da assessoria do sindicato, aproximadamente 5,4 mil empresas de transporte devem ser afetadas com a mudança de endereço repentina. Isso porque todas as empresas do ramo ou motoristas que precisam fazer renovação de documento junto à Agência Nacional de Transporte Terrestres (ANTT) recorrem ao Sindmat.

O sindicato também argumenta que o espaço estava abandonado e que investiu R$ 150 mil para revitalização da área. Com relação à antiga sede, relatam que o local não possui condições adequadas para atendimento aos motoristas. Há aproximadamente três anos o Sindmat funcionava no Distrito Industrial.

Com a decisão judicial, a entidade não tem outra opção senão voltar ao antigo prédio. Ainda assim, conforme a assessoria, na reunião desta manhã ficou acordado que a Procuradoria Geral do Estado vai se reunir com secretaria estadual de Desenvolvimento Econômico e ver o que pode ser feito. A ideia é reunir Detran, Indea, Bombeiros e Sindmat para entrarem em um consenso sobre o uso da área pública, tendo em vista que todos têm interesse no local.

Fonte: http://www.rdnews.com.br/judiciario/sindmat-e-obrigado-a-deixar-sede-e-recorre-a-casa-civil-para-solucionar/82820

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Clima

 

Cotação


Cotações de Moedas fornecidas por Investing.com Brasil.
​​