Realizar busca
- 24/03/2017 - 14:02
Porto monitora a qualidade da água na Baía de Paranaguá

 

Os índices de qualidade da água na Baía de Paranaguá apresentam níveis avaliados como “bom” e “excelente” em 90% dos pontos monitorados pelas equipes de técnicos da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa). Os pontos restantes sofrem com a falta de saneamento dos municípios.

As informações integram a 15ª Campanha de Monitoramento da Qualidade das Águas na Baía de Paranaguá, realizada neste mês de março, e que atende aos padrões de qualidade estabelecidos pelo Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama).

Desde 2013, quando o Porto de Paranaguá obteve seu licenciamento ambiental junto ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), a Appa faz programas de controle e monitoramento da qualidade da água.

Nos últimos três anos, já foram avaliadas mais de 1,2 mil amostras de água coletadas na Baía de Paranaguá. Em cada uma delas são analisadas as concentrações de mais de 60 parâmetros de qualidade da água cujos padrões são estabelecidos pela Resolução nº 357/2005 do Conama.

De acordo com o diretor-presidente da Appa, Luiz Henrique Dividino, o monitoramento periódico gera informações fundamentais para a manutenção dos ecossistemas aquáticos e terrestres associados.

“Os resultados são compilados formando uma grande base de dados que é trabalhada em conjunto com os demais programas de monitoramento, gerando informação relevante sobre o as características do nosso litoral”, declarou Dividino.

COMO É FEITO – O monitoramento trimestral da qualidade da água no complexo estuarino da Baía de Paranaguá é feito por uma equipe de oito técnicos, que faz a coleta em 32 pontos. A área amostral abrange desde a Baía de Antonina, até 22 quilômetros de distância da Ilha do Mel em mar aberto.

“Trata-se de uma área amostral de aproximadamente 60 quilômetros, abrangendo mais de 500 quilômetros quadrados do Complexo Estuarino de Paranaguá”, informa o diretor de Meio Ambiente da Appa, Bruno Guimaraes.

Segundo ele, as coletas são feitas na superfície e subsuperfície da água, no meio e no fundo da coluna de água, totalizando 86 análises e coletas de amostras por campanha.

As amostras de água são enviadas para dois laboratórios de Curitiba e os resultados integram o relatório entregue pela Appa ao Ibama.

O monitoramento da qualidade da água também inclui avaliações adicionais durante a execução de obras de engenharia, como dragagens de manutenção e dragagem de aprofundamento.

INTERNAMENTE – Em suas dependências, o porto também zela pela água de consumo. Mensalmente são analisados parâmetros e a potabilidade da água.

A Appa também desenvolve campanhas de educação ambiental com a comunidade. Palestras e informações sobre o uso racional da água são repassadas aos funcionários, trabalhadores terceirizados, arrendatários, caminhoneiros e também as comunidades na área de influência do Porto de Paranaguá.

Já o Programa de gerenciamento de efluentes consiste numa série de ações de controle e monitoramento para garantir que os efluentes gerados sejam adequadamente coletados e tratados, e que as águas pluviais retornem ao ambiente com qualidade e por estruturas de drenagem eficientes.

DIA MUNDIAL DA ÁGUA – Em 2017 a Lei das Águas completa 20 anos e no dia 22 de março comemora-se o Dia Mundial da Água.

Em janeiro de 1997 entrou em vigor a Lei Federal nº 9.433/1997, também conhecida como Lei das Águas. O instrumento legal instituiu a Política Nacional de Recursos Hídricos (PNRH) e criou o Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos (SINGREH).

A lei prevê que a gestão dos recursos hídricos deve proporcionar os usos múltiplos das águas, de forma descentralizada e participativa, contando com a participação do poder público, dos usuários e das comunidades.

Fonte: https://www.portosenavios.com.br/noticias/portos-e-logistica/38082-porto-monitora-a-qualidade-da-agua-na-baia-de-paranagua

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Clima

 

Cotação


Cotações de Moedas fornecidas por Investing.com Brasil.
​​