Realizar busca
- 30/10/2018 - 08:57
Itaú tem lucro abaixo do esperado, Embraer registra prejuízo de R$ 83 mi e mais notícias

SÃO PAULO – Os preços do petróleo Brent caem nesta terça-feira (30) pressionados pela fraqueza dos mercados acionários globais e por sinais de aumento na oferta global, apesar das sanções contra as exportações de petróleo do Irã estarem próximas. A notícia pode impactar as ações da Petrobras (PETR4; PETR4). Ainda no radar da estatal, ANP reduziu o preço do diesel em 10,1%.

A MRV anunciou sua saída da Log Commercial Properties e, na temporada de balanços, a Embraer teve prejuízo no terceiro trimestre e os números do Itaú Unibanco ficaram abaixo do esperado.

Além disso, após o pregão, serão divulgados os balanços do terceiro trimestre de Raia Drogasil (RADL3), EcoRodovias (ECOR3), Smiles (SMLS3), Cielo (CIEL3) e Eletropaulo (ELPL3).

Confira os destaques corporativos desta terça-feira (30):

Petrobras (PETR3; PETR4)

A ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) anunciou ontem os novos preços de comercialização do diesel para o mês de novembro, os quais já foram implementados pela Petrobras. Em média, os preços foram reduzidos em 10,1%. Para esta terça-feira, o preço do diesel nas refinarias caiu para R$ 2,1228, enquanto o preço da gasolina se manteve em R$ 1,9855.

“Temos uma visão positiva do anúncio para a Petrobras, haja visto que o programa de subsídios ao diesel está assegurando a efetiva continuidade da política de preços da empresa e protegendo os resultados financeiros no curto prazo”, comenta a equipe de research da XP Investimentos.

JBS (JBSS3)

A JBS resgatou cerca de US$ 1,5 bilhão em títulos de dívida no exterior que venciam entre 2020 e 2021. O objetivo é alongar o perfil de vencimento das dívidas e reduzir a taxa média de juros.

Dos papéis resgatados, US$ 1 bilhão refere-se às notas que venceriam em 2020 e tinham taxas de juros de 7,75% ao ano. Para concluir a recompra, a JBS utilizou US$ 500 milhões oriundos de captação neste mês em títulos que vencerão em 2026.

Além disso, a companhia resgatou aproximadamente US$ 488 milhões de suas notas com vencimento em 2021, pelas quais pagava juros de 7,25% ao ano.

MRV Engenharia (MRVE3)

A MRV Engenharia anunciou sua saída da Log Commercial Properties (na qual possui 46,3% de participação) e passará a se dedicar somente ao negócio de incorporação residencial. Na cisão, essa participação será transferida, de forma proporcional, a todos os acionistas da incorporadora.

Junto a isso, a construtora quer listar a controladora de galpões logísticos no segmento Novo Mercado, da B3. Segundo a empresa, a segregação das operações pode elevar em 2,2% o retorno sobre patrimônio (ROE), para 15%, contra 12,8% no segundo trimestre.

A expectativa é que as ações da Log comecem a ser negociadas no Ibovespa a partir de 18 de dezembro.

Embraer (EMBR3)

A Embraer registrou um prejuízo líquido atribuído aos acionistas de R$ 83,8 milhões no terceiro trimestre de 2018, um prejuízo de R$ 0,1142 por ação. A receita líquida ficou em R$ 4,6 bilhões no período, contra R$ 4,1 bilhões no mesmo período do ano anterior. O Ebitda ajustado foi de R$ 412,2 milhões e margem Ebitda de 9%. 

No período, a companhia entregou 39 aeronaves, contra 45 entregues no terceiro trimestre de 2017. A expectativa da Embraer é aumentar as entregas dos segmentos de Aviação Comercial e Aviação Executiva ao longo do quarto trimestre, de forma a alcançar a meta de 70 a 80 jatos leves e 35 a 45 jatos grandes.

Itaú Unibanco (ITUB4)

O Itaú Unibanco encerrou o terceiro trimestre deste ano com lucro líquido recorrente de R$ 6,454 bilhões, uma alta de 3,2% ante o mesmo período do ano passado. O resultado, porém, ficou abaixo da projeção de R$ 6,520 bilhões dos analistas consultados pela Bloomberg.

O retorno sobre o patrimônio líquido do banco ficou em 21,3%, levemente abaixo dos 21,6% registrados um ano antes. Enquanto isso, a margem financeira total atingiu R$ 17,408 bilhões entre julho e setembro de 2018, uma alta de 3,8% em um ano.

Multiplan (MULT3)

A Multiplan registrou lucro líquido de R$ 116,4 milhões no terceiro trimestre, um aumento de 54,1% em relação ao mesmo período do ano anterior, com margem líquida de 38,3%. O Ebitda (Lucros Antes de Juros, Impostos, Depreciação e Amortização, na sigla em inglês) totalizou R$ 227,2 milhões – um aumento de 25,5% em relação ao terceiro trimestre de 2017-, com margem de 74,7% no período.

A receita líquida da empresa de shopping centers, por sua vez, veio em R$ 304,1 milhões. A companhia apresentou um aumento de 4,9% nas Vendas na Mesma Área, e de 7% nas vendas totais no trimestre.

Cteep (TRPL4)

A Transmissão Paulista registrou um lucro líquido regulatório de R$ 191,5 milhões no trimestre, uma redução de R$ 39,4 milhões em relação ao lucro registrado no mesmo período do ano anterior.

De julho a setembro, a companhia teve uma receita líquida de R$ 605,9 milhões e um Ebitda ajustado de R$ 517,1 milhões, com margem de 85,3%.

De acordo com a companhia, a variação é justificada pelos eventos não recorrentes do terceiro trimestre de 2017: a adesão ao PERT (Programa Especial de Regularização Tributária), com aumento de R$ 31,6 milhões, e o impacto positivo com a aquisição da IENNE (Interligação Elétrica Norte e Nordeste), com aumento de R$ 25,3 milhões. “Excluindo esses efeitos não recorrentes, o lucro teria apresentado crescimento de 11% no período”, informa a Transmissão Paulista.   

 

Fonte: InfoMoney

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Clima

 

Cotação


Cotações de Moedas fornecidas por Investing.com Brasil.
​​