Realizar busca
- 10/03/2017 - 18:25
Ibovespa sobe, mas não evita queda de 3% na semana; dólar cai 1,6% após “surpresa” com Payroll

Mercado reagiu aos números do IPCA e do relatório de Emprego, que trouxeram surpresas para os investidores e levaram os DIs a afundarem nesta sessão

SÃO PAULO – O tão aguardado relatório de emprego nos Estados Unidos surpreendeu o mercado, mas alguns dados do documento não foram tão positivos, o que afetou diretamente o dólar nesta sexta-feira (10). Enquanto isso, a Bolsa registrou apenas leves ganhos com os investidores de olho nos bons dados do IPCA nesta manhã, mas tensos com o noticiário político, que promete ser agitado nos próximos dias.O benchmark da bolsa brasileira fechou com ganhos de 0,14%, aos 64.675 pontos – após chegar a subir 1,76% na máxima. A alta desta sessão ficou longe de ser suficiente para evitar uma queda de 3,16% do índice. Para os próximos dias, aumenta a tensão política com a expectativa da quebra do sigilo da delação da Odebrecht – a chamada “delação do fim do mundo” e da divulgação da famosa “lista do Janot”.

O dólar comercial, por sua vez, recuou 1,60%, cotado a R$ 3,1415 na compra e R$ 3,1435 na venda, enquanto os contratos de dólar futuro tiveram perdas de 1,63%, sinalizando cotação de R$ 3,161, pressionado pela divulgação do relatório de Emprego nos EUA.A economia norte-americana gerou 235 mil postos de trabalho em fevereiro, segundo o payroll. O resultado veio melhor que a estimativa do mercado de criação de 200 mil vagas, segundo levantamento da Bloomberg. Segundo o Departamento de Trabalho, a taxa de desemprego do país passou de 4,8% para 4,7% entre janeiro e fevereiro, em linha com a projeção de 4,7% dos analistas do mercado.

Segundo o diretor da Wagner Investimentos, José Faria Júnior, três pontos foram destaque no relatório de emprego: i) o número de vagas criadas, apesar de ter vindo acima do previsto, veio consideravelmente abaixo do ADP divulgado no início da semana; ii) os salários subiram levemente abaixo do previsto; e iii) a taxa de participação subiu e a taxa de desemprego caiu.

“Os itens 1 e 2 são negativos para o dólar, enquanto o item 3 é positivo. Com isso, em uma primeira leitura, o dólar perde peso globalmente porque reduz um pouco a aposta de um gráfico de pontos mais forte”, explica Faria em referência ao gráfico de projeções que será divulgado pelo Federal Reserve na próxima quarta-feira (15) junto com a decisão sobre juros. No último gráfico, a expectativa era de três altas este ano.

Enquanto isso, os contratos de juros futuros com vencimento em janeiro de 2018 caíram 18 pontos-base, a 10,08%, ao passo que os DIs com vencimento em janeiro de 2021 despencaram 21 pontos-base, a 10,00%, repercutindo a surpresa com os números do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo).

A inflação oficial do País ficou em 0,33% em fevereiro, após avançar 0,38% em janeiro, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O resultado veio abaixo das estimativas, que era de 0,43%, segundo levantamento da Bloomberg. Na comparação interanual, a taxa em 12 meses ficou em 4,76%. ante os 5,35% acumulados até janeiro. De acordo com o IBGE, este foi o IPCA mais baixo para meses de fevereiro desde 2000, quando ficou em 0,13%.

Destaques da Bolsa
Do lado acionário, os papéis da Petrobras (PETR3; PETR4) viraram para queda durante a tarde, puxado pelo movimento de queda do petróleo, que esboçou uma reação mais cedo após a recente derrocada. Hoje, os contratos do petróleo WTI registraram queda de 1,62%, a US$ 48,48 o barril, enquanto o Brent caiu 1,53%, a US$ 51,39 o barril.

Além disso, ontem, a estatal informou que foi suspensa, pelo Tribunal Regional Federal da 5ª região, a liminar que determinava a paralisação da alienação de 90% da participação acionária detida pela companhia na Nova Transportadora do Sudeste (NTS). Com a decisão favorável da Justiça, a companhia poderá prosseguir com a operação de venda da fatia na transportadora de gás para um consórcio liderado pela Brookfield, em negócio de US$ 5,19 bilhões.

As ações da Ecorodovias (ECOR3) subiram forte após notícia de que a empresa perdeu o leilão de “Rodovias Centro-Oeste Paulista” para a Pátria Investimentos. Dos R$ 3,9 milhões em investimentos, R$ 2,1 bilhões terão de ser aplicados nos oito primeiros anos de concessão. O seu par na Bovespa, a CCR (CCRO3), também sobe hoje. Vale lembrar que esses papéis são beneficiados pela queda da Selic, e também são favorecidos pela queda dos DIs.

Após duas sessões de ganhos, com contribuições positivas do dólar e preços da celulose, as ações da Suzano (SUZB5) e Fibria (FIBR3) caíram nesta sessão e ficaram entre as maiores quedas dentro da carteira teórica do Ibovespa, na esteira do recuo do dólar.

As maiores altas, dentre as ações que compõem o Índice Bovespa, foram:

 Cód. Ativo Cot R$ % Dia % Ano Vol1
 ESTC3 ESTACIO PARTON 15,45 +7,29 -2,22 29,25M
 ECOR3 ECORODOVIAS ON 9,30 +6,16 +12,86 48,98M
 RENT3 LOCALIZA ON 40,24 +5,31 +17,59 56,04M
 RUMO3 RUMO LOG ON 8,41 +4,47 +36,97 47,02M
 CCRO3 CCR SA ON 18,07 +4,09 +13,22 104,30M

As maiores baixas, dentre os papéis que compõem o Índice Bovespa, foram:

 Cód. Ativo Cot R$ % Dia % Ano Vol1
 USIM5 USIMINAS PNA 4,66 -3,72 +13,66 85,59M
 GOAU4 GERDAU MET PN 5,86 -2,50 +22,08 103,02M
 VALE5 VALE PNA 28,19 -2,29 +20,78 824,59M
 BRFS3 BRF SA ON 39,88 -2,25 -17,35 136,63M
 EMBR3 EMBRAER ON 18,77 -2,14 +17,31 64,69M

As ações mais negociadas, dentre as que compõem o índice Bovespa, foram:

 Código Ativo Cot R$ Var % Vol1 Vol 30d1 Neg 
 VALE5 VALE PNA 28,19 -2,29 824,59M 847,55M 39.382 
 PETR4 PETROBRAS PN 14,31 -1,31 614,15M 563,24M 36.024 
 ITUB4 ITAUUNIBANCOPN ED 39,12 +0,05 369,04M 480,74M 21.215 
 LAME4 LOJAS AMERICPN 15,50 -1,90 243,32M 118,94M 30.006 
 BBDC4 BRADESCO PN EJ 32,22 +0,22 224,60M 281,16M 19.666 
 KROT3 KROTON ON 13,40 +3,47 220,68M 116,28M 14.736 
 ABEV3 AMBEV S/A ON 17,30 0,00 214,78M 211,19M 18.936 
 UGPA3 ULTRAPAR ON ED 67,99 +4,04 213,94M 91,23M 11.035 
 ITSA4 ITAUSA PN ED 9,68 +0,41 209,14M 151,08M 30.524 
 BBAS3 BRASIL ON ERJ 33,69 +0,39 196,91M 239,95M 13.243 

* – Lote de mil ações
1 – Em reais (K – Mil | M – Milhão | B – Bilhão)
IBOVESPA

Relatório de Emprego
A economia dos Estados Unidos gerou 235 mil postos de trabalho em fevereiro, segundo relatório payroll divulgado nesta sexta-feira (10). O resultado veio melhor que a estimativa do mercado de criação de 200 mil vagas de trabalho no mês passado, segundo levantamento da Bloomberg. Segundo o Departamento de Trabalho norte-americano, a taxa de desemprego do país passou de 4,8% para 4,7% entre janeiro e fevereiro, ficando em linha com a projeção de 4,7% dos analistas do mercado consultados pela Bloomberg.

O mercado sempre observa com atenção os relatórios de emprego dos EUA à espera de indicações sobre uma recuperação mais forte ou mais fraca da economia do país. Se os dados vêm mais altos do que o esperado, as interpretações são de que crescem as chances de o Federal Reserve elevar os juros.

O indicador deste mês é especialmente importante porque, nas últimas semanas, dirigentes do Fed sinalizaram para a possibilidade de uma elevação dos juros “em breve” e cresceu no mercado a percepção de que a elevação pode se concretizar já na reunião da próxima quarta-feira, 15 de março.

Apesar de o número de vagas ter superado as expectativas, contribui para o movimento de alta no mercado acionário nacional e queda do dólar o cenário de estabilidade no ganho médio. Segundo o relatório de emprego, houve uma elevação de 6 cents nas horas trabalhadas, o que equivale a 0,2% de alta.

Agenda
Além dos dados do emprego nos EUA e o IPCA por aqui, o dia tem como destaque ainda os obstáculos enfrentados pelo governo para passar a reforma da Previdência no Congresso. O novo líder da maioria na Câmara, o deputado Lelo Coimbra (PMDB-ES) admitiu que não há maioria para aprovar a reforma da Previdência, mas que o esforço é para construir o caminho que leve aos 308 votos necessários para aprovar, em dois turnos, a proposta de emenda à Constituição (PEC). “Ela (maioria) está sendo construída”, declarou.

De acordo com a Folha, o partido da base aliado PSDB prepara um conjunto de propostas de alterações ao texto enviado pelo Executivo ao Congresso, o que deve engrossar o movimento dentro da base do governo para flexibilizar alguns pontos da proposta enviada pelo Planalto. Em artigo para o jornal, Michel Temer defendeu que, sem a reforma, aposentados de hoje terão benefícios em xeque e jovens não terão aposentadoria. 

Já O Globo informa que o governo pode abrir mão do gatilho previsto na proposta  para elevar a idade mínima para aposentadoria de acordo com a expectativa de vida do brasileiro, mudança esta que faz parte de uma série de concessões em estudo para facilitar a aprovação da proposta no Legislativo.  “Outro ponto em discussão diz respeito às mudanças previstas para os benefícios assistenciais (BPC-Loas). Pela proposta original, esses benefícios deixariam de ser vinculados ao salário mínimo e teriam aumento gradual da idade para receber o auxílio, dos atuais 65 para 70 anos. O Executivo tende a recuar e deixar essa questão para ser tratada posteriormente”, afirma a publicação.

Veja a agenda completa de indicadores clicando aqui

Noticiário político 
O noticiário político segue dando o tom do mercado brasileiro. Por aqui, atenção para a tão aguardada lista do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo, Janot pretende enviar na próxima segunda-feira (13) os inquéritos com base nas delações premiadas dos 78 executivos e ex-executivos da Odebrecht, citando fonte com acesso às investigações. O grupo que auxilia Janot na Lava Jato tem trabalhado na finalização do material sobre as colaborações. Os pedidos encaminhados pelo procurador-geral deverão ser analisados pelo ministro Edson Fachin, relator da operação no Supremo. Somente se Fachin autorizar a derrubada do sigilo das delações é que o material se tornará público. 

Ainda sobre a Odebrecht, quatro ex-executivos do grupo serão submetidos hoje a acareação no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) no processo que poderá levar à cassação da chapa Dilma-Temer. Serão ouvidos Marcelo Odebrecht, Cláudio Melo Filho, Hilberto Mascarenhas e Benedicto Barbosa da Silva Junior. O objetivo é que eles possam esclarecer pontos divergentes sobre a atuação do presidente Michel Temer na arrecadação de recursos para a campanha de 2014.

Fonte: http://www.infomoney.com.br/mercados/acoes-e-indices/noticia/6222965/ibovespa-sobe-mas-nao-evita-queda-semana-dolar-cai-apos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Clima

 

Cotação


Cotações de Moedas fornecidas por Investing.com Brasil.
​​