Realizar busca
- 26/09/2018 - 09:51
Guiabolso irá te dizer quanto exatamente você pode gastar por mês

Você já pensou em abrir um aplicativo e ter mapeado o quanto você pode gastar com comida pelo resto do mês? Agora será possível, se você tiver o Guiabolso. A fintech foi criada há quatro anos com o objetivo de auxiliar os brasileiros em suas finanças, e agora contará com a inteligência artificial para disponibilizar um atendimento personalizado para cada um.

A fintech lançou, nesta terça-feira (25), o Guia: uma ferramenta que utiliza inteligência artificial para trazer sugestões de ações – ou seja, o quanto você pode gastar com comida e continuar dentro do planejamento desse mês -, produtos financeiros que mais se adequam ao perfil do usuário e até cupons de descontos com base em suas preferências.

“Pouca gente que começa um planejamento formal de finanças o continua – somente 2% das pessoas possui uma planilha atualizada”, disse Thiago Alvarez, CEO e um dos fundadores do Guiabolso, no anúncio da novidade. O Guiabolso já resolve o problema de manter a planilha atualizada ao conectar todos os dados do cliente automaticamente, e agora trará conselhos direcionados de como manter gastar melhor ou guardar dinheiro. “Queremos fazer a conta que ninguém te conta, indiciar, por exemplo, quando a pessoa está pagando mais tarifa do que deveria”.

A inteligência artificial utilizará alertas de texto, gráficos com informações reais do usuário, imagens, vídeos e enquetes para informá-lo de sua vida financeira. O usuário receberá informações de onde são seus maiores gastos, se o investimento que está fazendo é a melhor opção possível e alertas sobre as taxas de juros ou tarifas que está pagando.

Um exemplo citado no anúncio do Guia são os planos de serviço de telecomunicações: a inteligência artificial analisará, entre os gastos, qual é o plano de celular utilizado pelo usuário e se houver uma versão equivalente por um preço melhor, o Guia fará a sugestão.

A solução financeira continuará gratuita para os usuários – a fintech monetizará a nova ferramenta através de parceiros. De acordo com o CEO da startup, o Guiabolso oferecerá inclusive melhores opções de empréstimos e investimentos de parceiros, se este for realmente o caso. “Em 90% das vezes, oferecemos opções melhores do que os bancos”, afirmou. Se a recomendação de um parceiro for adotada pelo usuário, a startup receberá comissão.

A fintech também oferecerá inclusive cupons de desconto de parceiros com base nos produtos mais consumidos pelo usuário – se ele utiliza muitas plataformas de mobilidade para se locomover, provavelmente receberá um cupom através do aplicativo. Mas, no caso dos cupons de desconto, o Guiabolso não recebe comissão.

“A experiência no aplicativo não será mais genérica, que todo mundo tenta se adaptar. Nós estamos nos adaptando às pessoas”, disse Alvarez. Uma das mudanças no aplicativo é que, agora, o Guiabolso trará uma avaliação do CPF do usuário – a ser classificada como A, B, C, D ou E.

Uma ajudinha do Google

A solução foi desenvolvida pela equipe de ciência de dados e inteligência artificial do Guiabolso – que conta com 14 pessoas – durante oito meses, mas a startup também contou com uma ajuda valiosa: o Google. A fintech foi uma entre dez startups selecionadas no mundo todo pelo Google para ajudá-las em um projeto – neste caso, o Guiabolso surpreendeu a gigante do Vale do Silício por desejar desenvolver uma solução de conteúdo e orientação.

O programa, chamado de Launchpad Studio, prevê encontros com a fintech na sede do Google. Os líderes de tecnologia da startup viajaram até o Vale do Silício para acelerar o desenvolvimento da solução, que será contínuo, mesmo após o lançamento.

A nova marca

Além do Guia, a startup também anunciou outra novidade: uma repaginação total de marca. O Guiabolso, que antes contava com logo azul claro e branco, agora contará com a cor rosa e azul mais escuro. O logo deixou de ser um sorriso e agora passará a ser o próprio G, que contará com um traço rosa.

Com a mudança, a startup passa a adotar uma linguagem mais simples e próxima das pessoas – se comunicando até através de cartas, tipo textual mais pessoal. Seu nome, passa a ser, definitivamente, Guiabolso com “b” minúsculo. A fintech deseja ter, cada vez mais, um aplicativo mais atrativo e menos complicado.

 

Fonte: StartSe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Clima

 

Cotação


Cotações de Moedas fornecidas por Investing.com Brasil.
​​