Realizar busca
- 14/01/2019 - 10:52
Governo quer rearranjo de estrutura para atender investidor no Ceará

Com a intenção de facilitar a vida de quem tem interesse em investir no Ceará, o titular da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet), Maia Júnior, quer replicar modelo espanhol que reúne geograficamente todos – ou pelo menos as principais – entes públicas de relevância para o setor produtivo. A ideia é agregar em um mesmo espaço todas as vinculadas (Adece, Codece, CIPP S.A, ZPE, Adagri, Jucec e Sine/IDT) e representações de instituições como Corpo de Bombeiros e da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace), entre outras.

A iniciativa, segundo Maia, é inspirada no modelo Barcelona Activa, na cidade espanhola, que tem entre suas estratégias a proximidade territorial de entes adequados às necessidades das pessoas, empresas e outros atores econômicos e sociais. “Lá, o empresário chega, conversa com o ministro da economia da Catalunha e dali é direcionado para qualquer ação que facilite a vida dele. Abrir uma empresa, fechar, resolver um problema de incentivo, de capacitação profissional, de uma infraestrutura. A gente quer criar aqui esse ambiente em um mesmo prédio, se possível”.

Da forma como a estrutura da máquina estatal se distribui hoje, conforme avalia o secretário, o empresariado é “jogado” de um lado para o outro ao tentar resolver a situação de seus negócios. “Lógico que algumas interfaces eu não vou colocar nesse mesmo prédio, mas, o conjunto da Sedet, a minha proposta é que fique. Vou querer levar um posto avançado que resolva questões do Corpo de Bombeiros, da Semace. Quanto à Fazenda, nós queremos construir um projeto que (o empresário) não precise ir até lá, uma política de incentivo redesenhada”.

Para Maia, a iniciativa é um dos instrumentos necessários para tornar o Estado mais atrativo. “Um dos meus grandes objetivos, além de promover o desenvolvimento econômico do Ceará, é fazer com que o setor produtivo se sinta prestigiado. Eu tenho que criar uma ambiência para cativar, acolher, construir com eles o projeto de desenvolvimento”.

Licitação

A antiga SDE – hoje, Sedet – fica hoje na Avenida Dom Luís, mas é possível que mude de endereço em breve, levando com ela toda a sua estrutura – isso porque o contrato de aluguel se vence em agosto e será necessária uma nova licitação. “Pedi a uma funcionária da Adece, que é arquiteta, para levantar o que nós temos e o que queremos. Se for o caso, nessa nova licitação, vamos ofertar para que alguém ofereça esse espaço pronto para a gente se instalar. Pode ser no mesmo prédio, se houver o atendimento às premissas de que a gente precisa, ou não”.

O secretário ressalta ainda que quer economizar, tendo em vista o momento favorável para quem quer alugar nesse momento. “Quem quiser oferecer preço para o Estado, vai ter que oferecer menos do que o Estado paga hoje. Tem que aproveitar a situação do mercado – assim como em algum momento a gente pagou mais caro, hoje, a gente tem que pagar mais barato”.

 

Fonte: Diário do Nordeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Clima

 

Cotação


Cotações de Moedas fornecidas por Investing.com Brasil.
​​