Realizar busca
- 19/04/2018 - 09:54
Golpe da recarga grátis é a nova cilada do WhatsApp

SÃO PAULO –  Mais um golpe vem sendo disseminado no WhatsApp. Dessa vez, a armadilha promete R$ 70 em créditos para o celular e foi identificado pela Dfndr lab, laboratório da PSafe especializado em cibercrime. Em menos de 24 horas, mais de 20 mil pessoas foram impedidas pelo antivírus da empresa de terem seus smartphones infectados pelo golpe.

Na tentativa de transparecer credibilidade e incentivar o compartilhamento da vítima com sua rede de contatos, o link malicioso exibe comentários de falsos usuários que alegam terem recebido o benefício, como “Nunca mais compro crédito, agora só convidando amigos”; “Consegui de primeira e já fiz várias vezes”, “Obrigado, compartilhei com todos os meus amigos e já ganhei”.

Ao receber a mensagem, o link pede para o usuário finalizar o processo da recarga grátis e para isso, é preciso compartilhar a falsa promoção com amigos via WhatsApp. Ao completar todas as etapas do processo, o usuário é enganado e não recebe o crédito e ainda ajuda a compartilhar o golpe. 

Durante esse processo, os cibercriminosos pedem para o usuário permitir o envio de notificações para o celular, instalar aplicativos ou visualizar anúncios, que podem incluir vírus ou pedir informações pessoais, que podem dar um prejuízo financeiro para o usuário.

“Essa prática tem se tornado cada vez mais comum por cybercriminosos, pois permite que o golpe ganhe escala rapidamente, impactando grande número de usuários das mais diversas regiões” comenta Emilio Simoni, diretor do dfndr lab, laboratório da PSafe especializado em cibercrime.

Para não cair nessas ameaças, o especialista afirma que é preciso adotar soluções de segurança que disponibilizam a função de bloqueio anti-phishing. “Além disso, é importante que o usuário crie o hábito de se certificar em fontes confiáveis, antes de compartilhar com amigos, que as promoções são verídicas”, afirma Simoni.

O WhatsApp recomenda bloquear o remetente, desconsiderar a mensagem e apagá-la. E para evitar mais danos, nunca compartilhe esse tipo de mensagem suspeita oferecendo serviços inéditos.

 

 

Fonte: InfoMoney

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Clima

 

Cotação


Cotações de Moedas fornecidas por Investing.com Brasil.
​​