Realizar busca
- 02/03/2017 - 18:19
Financiamento de imóveis no CE sobe 11,4% no inicio do ano

O crédito concedido foi de R$ 99,6 milhões, e o número de unidades comercializadas em janeiro somou 382

Na contramão da média nacional, o Ceará iniciou o ano com incremento nos financiamentos imobiliários concedidos com recursos das cadernetas da poupança. O crédito concedido atingiu R$ 99,6 milhões em janeiro, o que representa um avanço de 11,4% frente a dezembro de 2016 (R$ 89,4 milhões), segundo dados da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip).

No primeiro mês deste ano, recursos da poupança financiaram a construção e aquisição de 382 imóveis no Estado, alta de 5,8% em relação ao resultado de dezembro do ano passado (361 unidades). No comparativo entre janeiro deste ano e igual mês de 2016, houve recuo de 14,3% no volume de recursos da poupança destinados ao financiamento de imóveis no estado. No primeiro mês do ano passado, o crédito concedido totalizou R$ 116,3 milhões.

Já a quantidade de imóveis adquiridos ou reformados com os financiamentos teve um leve acréscimo (1,8%) nessa mesma base de comparação. Em janeiro do ano passado, foram 375 unidades financiadas.

Na opinião do presidente do Sindicato das Construtoras do Ceará (Sinduscon-CE), André Montenegro, denotam o potencial do mercado imobiliário do Ceará em razão da demanda reprimida por unidades habitacionais. “Ainda estamos no início do ano, mas, certamente, o comportamento do mercado imobiliário no Estado, neste ano, será bem melhor que em 2016. Vale lembrar que as construtoras estão com uma boa oferta e imóveis e as condições de financiamento estão mais atrativas, com juros menores”, afirma.

Nacional

Se no Ceará o financiamento imobiliário avançou em janeiro deste ano, a média nacional apresentou recuo. O volume de crédito as cadernetas de poupança concedidos para a compra e aquisição de imóveis atingiu R$ 3,11 bilhões, queda de 5,8% sobre igual mês do ano anterior e de 42,3% na comparação com dezembro. “Sazonalmente, janeiro é um mês de pouca atividade, com comportamento inferior a dezembro. O resultado de janeiro não é, portanto, um bom indicativo das tendências de comportamento do crédito imobiliário ao longo do ano”, destacou a Associação, em nota.

Nos últimos 12 meses compreendidos entre fevereiro de 2016 e janeiro de 2017, os financiamentos imobiliários somaram R$ 46,4 bilhões, montante 33,4% inferior ao registrado nos 12 meses precedentes.

Unidades

No primeiro mês de 2017, os recursos da poupança financiaram a aquisição e a construção de 13,2 mil imóveis, queda de 35,6% frente a dezembro de 2016, período em que o crédito imobiliário mostrou o melhor desempenho do ano passado. Comparado a janeiro de 2016, houve queda de 2,4% nas concessões de crédito. Segundo a Abecip, isso reforça a expectativa de que o piso foi alcançado e de que não devem ocorrer recuos expressivos nos próximos meses.

Estabilidade

A estimativa da associação é de que o crédito imobiliário mostre estabilidade, com possibilidade de pequena alta em 2017, fortalecida pela trajetória de queda da taxa básica de juros (Selic). Nos últimos 12 meses (fevereiro de 2016 a janeiro de 2017), foram financiados 199,4 mil imóveis, com retração de 36% em relação ao período imediatamente anterior.

Oportunidade

“As construtoras estão com uma boa oferta e as condições de financiamento estão mais atrativas”

André Montenegro
Presidente do Sinduscon-CE

Fonte: http://diariodonordeste.verdesmares.com.br/cadernos/negocios/financiamento-de-imoveis-no-ce-sobe-11-4-no-inicio-do-ano-1.1713059

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Clima

 

Cotação


Cotações de Moedas fornecidas por Investing.com Brasil.
​​