Realizar busca
- 20/04/2018 - 09:02
Estudo analisa o potencial da Inteligência Artificial na logística

A DHL e a IBM analisaram o potencial da Inteligência Artificial (IA) na logística e estimulam os líderes da supply chain a aproveitarem os benefícios e oportunidades da IA, numa altura em que “o desempenho, a acessibilidade e os custos são mais favoráveis do que nunca”.

Segundo os autores do estudo, estas tecnologias estão a amadurecer a um grande ritmo, o que permite a criação de aplicações adicionais para a logística. Estas podem, por exemplo, ajudar os fornecedores a enriquecer as experiências dos seus clientes através do diálogo ou da entrega de itens antes da sua solicitação.

“As condições actuais da tecnologia, negócios e sociedade favorecem uma mudança de paradigma nas operações logísticas. À medida que o progresso tecnológico da IA avança percebemos que é nosso dever explorar, juntamente com os nossos clientes e funcionários, como a IA irá moldar o nosso futuro na logística”.

O relatório indica que com a ajuda da IA a logística mudará o seu modelo operacional, passando de reactivo para pro-activo e preditivo, algo que irá gerar melhores perspectivas, a custos favoráveis, em actividades administrativas e operacionais, orientadas para o cliente.

As tecnologias de IA podem, por exemplo, usar o reconhecimento de imagem avançado para rastrear a condição de envios e activos ou prever flutuações de volumes antes de ocorrerem. “Claramente que a IA aumenta as capacidades humanas, mas também elimina o trabalho de rotina, o que mudará o foco da força de trabalho na logística para um trabalho mais significativo e de maior valor”, referem os autores.

Como apontam, “a tecnologia está a mudar as tradicionais cadeias de valor da logística e os ecossistemas estão a remodelar as empresas, indústrias e economias”. Ao alavancar a utilização de IA nos processos centrais, as empresas podem investir mais nos imperativos do crescimento estratégico. Além disso, podem libertar os colaboradores para outras áreas estratégicas e de valor acrescentado, bem como estimular a melhoria de outras capacidades.

Segundo aponta o mesmo estudo, a IA já é omnipresente no âmbito do consumidor, tal como é demonstrado pelo rápido crescimento das aplicações com assistente de voz, o que permite criar aplicações adicionais para a logística. Muitos sectores já adoptaram estes avanços, nomeadamente através da sua utilização em linhas de produção no sentido de melhorar a produção, o rastreamento, a previsão e a autonomia do transporte. O documento assegura que a IA será também omnipresente no sector industrial e inclui as melhores práticas para que os players da logística possam aproveitar ao máximo o seu potencial.

 

 

Fonte: Logística Moderna

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Clima

 

Cotação


Cotações de Moedas fornecidas por Investing.com Brasil.
​​