Realizar busca
- 18/03/2017 - 14:37
Estado vai à Holanda em busca de investimentos

Governador chega a Rotterdam na próxima segunda, onde também assinará memorando com o porto holandês

Durante três dias, de segunda (20) a quarta-feira (22), o Ceará apresentar-se-á na cidade de Rotterdam (Holanda), cujo porto é o maior da Europa e um dos maiores do mundo. O objetivo dessa apresentação é bem claro: atrair investimentos para o Complexo Industrial e Portuário do Pecém (Cipp), para as diferentes áreas da atividade econômica e, também, para encantar turistas e praticantes holandeses do kitesurf a virem as belas praias cearenses, cujas águas são quentes e repletas de vento.
Para tudo isso, haverá dois eventos: o primeiro, terça-feira (21), será o Brazil Network Day, que prevê o encontro dos cearenses com centenas de empresários e executivos holandeses, todos eles de empresas com potencial de investimento.

O segundo, no dia seguinte, marcará a assinatura de um Memorando de Intenção da Cearáportos com a Autoridade Portuária de Rotterdam, marco inicial do que deverá ser, até o encerramento deste ano, a entrada minoritária dos holandeses no capital de sua homóloga cearense.

A partir desta assinatura, o governo e o porto holandês realizarão estudos, discussões e negociações para desenvolver uma estrutura no Cipp que aumente sua eficiência operacional e econômica. A expectativa é de que esses estudos sejam finalizados nos próximos 12 meses.

Essa é a maior missão empresarial já organizada pelo Governo do Ceará ao exterior. O governador Camilo Santana desembarcará na cidade holandesa com uma comitiva de 40 pessoas, a maioria deles empresários que viajam por própria conta, e com uma bagagem contendo informações preciosas para os holandeses.

Apresentação

O governador dirá que o Ceará tem o melhor sistema de ensino público do País – 77 das melhores escolas brasileiras são cearenses; do ponto de vista financeiro, é o Estado mais equilibrado da Federação; dispõe de um dos maiores planos de logística do Brasil – estradas, portos e a Ferrovia Transnordestina em construção. Dirá ainda que está no Ceará, e em operação, a primeira e única Zona de Processamento de Exportação (ZPE) do País; o maior projeto privado implantado no Brasil – a usina siderúrgica do Pecém – que consumiu US$ 6 bilhões e exporta placas de aço para mais de 20 países.

Camilo ainda afirmará que o Ceará foi o primeiro Estado a desenhar um plano de concessões de ativos estatais à iniciativa privada, do qual, provavelmente, irá beneficiar-se a autoridade do Porto de Rotterdam.

Para o sociólogo Élcio Batista, chefe do Gabinete do governador, estas e outras informações serão apresentadas durante a exposição que Camilo Santana fará para o empresariado holandês no Centro de Eventos da cidade de Haia, capital administrativa dos Países Baixos. O evento, denominado Brazil Network Day, será terça-feira, 21, e durará de 14h às 20h (horário local, ou de 10h às 16 h, de Brasília). Élcio também adiantou que um dos focos da apresentação será o turismo. “Os holandeses viajam muito e adoram esportes, razão pela qual eles serão apresentados aos melhores espaços do mundo para a prática do kitesurf, localizados ao longo do litoral Norte e Oeste do Ceará”, detalha. Antes desse evento, o governador Camilo Santana terá uma reunião com a embaixadora do Brasil na Holanda, Regina Maria Cordeiro Dunlop.

Programação

A programação da comitiva cearense, da qual farão parte secretários de Estado e empresários, liderados pelo presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), Beto Studart, começará segunda-feira, às 9 h, com um passeio marítimo pela área do Porto de Rotterdam, a bordo do navio MS Ostara. Em seguida, uma visita ao Centro de Exposições Futureland Maasvlakte e à refinaria da British Petroleum (BP).

Mas o ponto alto do dia será a visita ao Terminal Automatizado de Contêineres, onde todos os equipamentos – incluindo guindastes e empilhadeiras – operam por computador. Além disso, todos os caminhões pesados, que realizam o transporte dos contêineres, também são manobrados sem qualquer interferência humana.

Porto

O Porto de Rotterdam movimenta anualmente mais de 400 milhões de toneladas de mercadoria. Nele entram e saem quase 35 mil navios por ano. Para que se tenha uma ideia, o maior porto brasileiro e latino-americano, de Santos, movimenta 5,5 mil navios por ano e 98 milhões de toneladas de mercadorias/ano. Pecém movimentará, neste ano, 12 milhões de toneladas.

Movimentação

400 Milhões de toneladas é a quantidade de mercadorias anuais movimentadas pelo Porto de Rotterdam. Nele, entram e saem quase 35 mil navios por ano.

Fonte: http://diariodonordeste.verdesmares.com.br/cadernos/negocios/estado-vai-a-holanda-em-busca-de-investimentos-1.1722809

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Clima

 

Cotação


Cotações de Moedas fornecidas por Investing.com Brasil.
​​