Realizar busca
- 14/12/2018 - 10:18
Em alta, Ceará já tem reservas para eventos corporativos até 2022

O Ceará está em alta no turismo corporativo. Além de proporcionar maiores visitantes ao lazer, o HUB contribuiu ao fechamento de novos eventos para capital, inclusive com reserva até 2022. “O aumento de voos nacionais e internacionais facilita a nossa vida, Fortaleza ficou mais próxima do Sudeste, Sul, da Europa e dos Estados Unidos. A gente ganha muito com isso. A nossa meta é também conseguir eventos internacionais”, acrescenta Ivana Bezerra Rangel, presidente do Visite Ceará / Fortaleza Convention & Visitors Bureau.

Entre as áreas mais cotadas para serem captadas para a cidade está a da saúde, devido ao fato dos participantes viajarem normalmente coma família. “E enquanto o médico está no congresso o dia todo, a esposa está no shopping gastando ou na praia com os filhos. Para a gente é um diferencial muito grande ter um congresso de todo e qualquer origem, mas principalmente esse diferencial na saúde é bem interessante. É uma coisa que a gente já vem observando”, acrescenta Ivana. Para 2019, por exemplo, dos 33 eventos programados pela entidade, quinze são da saúde.

Entre os setores favorecidos com a vinda de turistas fora da alta estação está a rede hoteleira. O Ibis Fortaleza, localizado estrategicamente próximo ao Centro de Eventos, está aproveitando os bons ventos de negócios na capital. Segundo Régis Medeiros, secretário de turismo de Fortaleza, ele se destacou em toda a sua cadeia de hoteis. Em 2017, teve a maior ocupação na América do Sul, com 84,73%. “Temos um divisor de águas: antes e durante do Centro de Eventos, em relação ao número e tamanho dos eventos que vêm para cidade e a quantidade de participantes. Isso também ajuda bastante”, pontua Ivana.

Virada do ano

Seja negócios ou lazer, a cidade manteve uma ocupação hoteleira média de 70% durante o ano. No período que abrange o réveillon, a cereja do bolo para o turismo, a previsão é subir para até 98%, com a vinda esperada de cerca de 640 mil visitantes. Para janeiro, a média esperada é até 87%. “Diria que nós terminamos o ano de 2018 positivo, com muitas portas abertas. Com certeza, daqui um ano vamos estar aqui comemorando um acréscimo maior, porque o Polo Gastronômico da Varjota vai ser uma realidade, a Praia de Iracema estará mais posicionada, a Beira Mar vai ter uma grande parte pronta, mas não finalizada, e tem o aeroporto no fim do ano. É muita coisa boa acontecendo”, destaca Régis.

 

Fonte: Diário do Nordeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Clima

 

Cotação


Cotações de Moedas fornecidas por Investing.com Brasil.
​​