Realizar busca
- 24/11/2017 - 20:35
Egídio Serpa: Mercuria descobre Pecém
 
No momento em que se realizava, no Centro de Eventos do Ceará, mais uma Expolog – a Exposição e Seminário Internacional de Logística – a Mercuria Energy Group transmitia a César Ribeiro, secretário de Desenvolvimento Econômico do Ceará, seu interesse de instalar uma unidade formuladora de combustíveis na mesma área onde será construído o Parque de Tancagem do Complexo Industrial e Portuário do Pecém. A Mercuria atua no setor de energia e commodities. Em 2013, ela movimentou em vendas US$ 112 bilhões. O secretário César Ribeiro informa que repassou o pleito da Mercuria para a análise técnica da CIPP S/A, gestora do Complexo do Pecém, cujo presidente, Danilo Serpa, confirma a informação, aguardando o projeto para analisa-lo.

Segredo

Qual é a Construtora do Ano? Hoje, às 21 horas, no La Maison, o Sinduscon do Ceará promove sua festa anual de confraternização, durante a qual revelará a eleita. São 14 as empresas finalistas. Como na festa do Oscar, há grande segredo.

BNDES

Anuncia o BNDES: de janeiro a outubro deste ano, esta região recebeu R$ 10,1 bilhões em financiamentos do banco, um incremento de 19% em relação ao mesmo período do ano passado. Mas ainda é pouco: a região tem 30% da população brasileira

Camarão

Na última Feira Nacional do Camarão, realizada na semana passada em Natal, realizaram-se negócios de R$ 100 milhões – informa Cristiano Maia, presidente da Associação Cearense de Produtores de Camarão. “A produção cresce”, diz ele.

3 Corações

Pedro Lima, que comanda o Grupo 3 Corações, revela: sua organização é dona de 24 marcas de café, entre as quais a 3 Corações e a Santa Clara. Tem, ainda, em várias cidades do País, 25 Centros de Distribuição. Sua receita em 2016 foi de R$ 3,6 bi.

Caju em crise: uma solução

Ameaçada de extinção, a cajucultura do Ceará – e a do Nordeste por extensão – tem saída. Uma delas é o projeto Cajucultura de Alto Desempenho, que juntas estão empreendendo a Embrapa e a Adece em área de 4 hectares no Perímetro de Irrigação Tabuleiros de Russas. Alí desde setembro cultivam-se seis variedades de clones do cajueiro anão precoce. Em 1,3 hectare, o cultivo é comercial; no resto da área especialistas da Embrapa Agroindústria Tropical desenvolvem as pesquisas, que têm foco no aproveitamento integral da fruta (para suco, doces e carnes) e de sua amêndoa, para os mercados interno e externo. Eis aí a esperança.

Homenagem

João Pratagil, um dos melhores pesquisadores da Embrapa Agroindústria Tropical, que tem sede em Fortaleza, receberá hoje homenagem da Assembleia Legislativa, que festejará os profissionais das ciências agrárias. Ex-presidente do Nutec, ele integrou o time que criou o cajueiro anão.

Bom

Governança

De Geraldo Luciano Matos Jr, vice-presidente de M. Dias Branco, ao receber o Prêmio Equilibrista 2017, conferido pelo Ibef-Ceará: “A Governança é uma jornada que jamais acaba”.

Ruim

Bafômetro

Para quem não sabe: se beber, não dirija, porque a multa que se aplica a quem o bafômetro flagra com teor de álcool no sangue é de R$ 1,9 mil. Que pode ser dividida em 10 prestações. Ainda bem!!

Livre Mercado

Não Apenas o vertimento da Lagoa do Cauípe, em São Gonçalo do Amarante, joga no mar a água que poderia ajudar a abastecer o Complexo do Pecém e cidades da Região Metropolitana de Fortaleza. Segundo o engenheiro Fernando Ximenes, as bacias dos rios Ceará, Maranguapinho, Pajeú, Cocó e Pacoti também mandam para o oceano – desperdiçando-a – a água que extravasam quando estão vertendo. Ximenes calcula que essa água daria para atender a 50% do consumo da cidade de Fortaleza.

 Fonte: http://diariodonordeste.verdesmares.com.br/cadernos/negocios/coluna/egidio-serpa-1.209/egidio-serpa-mercuria-descobre-pecem-1.1855488

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Clima

 

Cotação


Cotações de Moedas fornecidas por Investing.com Brasil.
​​