Realizar busca
- 26/09/2018 - 08:47
Consumidor mantém marcas mais caras

A incerteza política que contamina o cenário econômico levou os consumidores a retraírem o consumo, mas a qualidade continua sendo fundamental na hora de adquirir um produto. De acordo com o levantamento Consumer Insights, da consultoria Kantar Worldpanel, o consumo caiu 5,5% nos lares brasileiros no segundo trimestre deste ano ante igual período de 2017, mas quase 50% valoriza a qualidade ao ir às compras, mesmo que tenha que pagar mais por isso.

De acordo com o vice-presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Fortaleza e supermercadista Honório Pinheiro, a situação na Capital “está mais para a estabilidade do consumo”, mas que o fortalezense também vê a qualidade como quesito crucial.

De acordo com a Kantar Worldpanel, “os brasileiros criaram estratégias para não ter de apelar para marcas mais baratas” e que “as escolhas nas gôndolas estão cada vez mais complexas, indo muito além do preço”. Pinheiro avalia que, em âmbito local, Fortaleza e o Ceará como um todo contam com peculiaridades. “O cearense está cada vez mais atento ao produto, aos rótulos, se está acondicionado adequadamente, se está dentro da data de validade. O Estado leva vantagem por ter as melhores supermercadistas”, explica.

“Nós temos muitas redes regionais fortes no mercado local. Vivemos um momento de instabilidade política acentuada, mas do ponto de vista econômica há uma estabilidade boa, com juros estabilizados e inflação controlada, mas é fato que o consumo tem se mantido, não em queda, mas sem aumento”, avalia.

Produtos

O levantamento Consumer Insights revela que, na comparação com os três meses imediatamente anterior (janeiro, fevereiro e março). O volume médio adquirido por viagem apresentou retração de 9,4% na comparação com igual período do ano anterior. De acordo com os dados da pesquisa, o azeite ganhou quase três pontos de penetração entre os consumidores, que estão escolhendo as marcas mais caras. Outro destaque é o aparelho de barbear: os com três lâminas ganham importância. Já os itens de limpeza de marcas líderes estão na mira do consumidor, mas só entram no carrinho quando estão em promoção.

“As classes DE foram as mais impactadas pelo declínio, sentido de forma mais intensa do que nos anos anteriores. A principal contribuição para a queda veio de categorias sazonais, como sorvetes, inseticidas e bebidas. No entanto, categorias básicas também tiveram diminuição ante igual período de 2017”, acrescenta a Kantar Worldpanel. A pesquisa consultou a situação em 11.300 lares brasileiros.

 

Fonte: Diário do Nordeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Clima

 

Cotação


Cotações de Moedas fornecidas por Investing.com Brasil.
​​