Realizar busca
- 08/03/2017 - 15:47
Concessões terão R$ 45 bilhões

00:00 · 08.03.2017

Brasília. A nova rodada de concessões anunciada ontem (7) pelo governo envolverá investimentos de R$ 45 bilhões, disse o presidente Michel Temer, na abertura da segunda reunião do conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI). Ele afirmou ainda que as concessões vão gerar cerca de 200 mil novos empregos diretos e indiretos.

“Vejam que serão R$ 45 bilhões de novos investimentos nos setores de energia, transporte e saneamento, que promoverão a criação de cerca de 200 mil novos empregos diretos e indiretos”, disse. “E o que mais almejamos é o combate ao desemprego”, completou.

O PPI, disse o presidente, é um programa que tem “importância fundamental” para a articulação governamental e a promoção do ambiente de negócios. Ele ressaltou que a economia já está se recuperando, mas nesse processo será necessária a parceria com a iniciativa privada, dadas as restrições orçamentárias pelas quais passa o governo. O objetivo, disse o presidente, é ter uma infraestrutura que funcione com perfeição.

Aeroportos

O ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, disse ontem que o governo ainda não decidiu se vai realizar uma nova rodada de concessões de aeroportos. Os aeroportos de Salvador, Fortaleza, Florianópolis e Porto Alegre serão leiloados no próximo dia 16.

Nos últimos anos, o governo privatizou os aeroportos de Guarulhos e Campinas, em São Paulo, Brasília, no DF, Galeão, no Rio, Confins, em Belo Horizonte, e Natal, no Rio Grande do Norte. O ministro disse que é preciso avaliar o cenário para viabilizar a Infraero, que ficará sem a receita de dez aeroportos. O governo anunciou nesta terça-feira (7) mais 69 projetos de concessão que serão privatizados ao longo dos próximos cinco anos trazendo investimentos superiores a R$ 45 bilhões, mas a maior parte desses recursos só deve entrar na economia depois de 2018, quando termina o mandato do presidente Michel Temer.

Esses projetos fazem parte do segundo pacote do PPI (Programa de Parcerias em Investimentos) conduzido pelo ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco, que não participou do anúncio.

Somente a BR-101, em Santa Catarina, três terminais portuários, dois em Paranaguá (SP) e um em Itaqui (MA), e 35 lotes de linhas de transmissão são novos. Juntos, eles devem gerar investimentos de cerca de R$ 17 bilhões. Os demais são novos investimentos em contratos já existentes ou relicitações. Esses investimentos serão feitos durante a vigência dessas concessões, entre 25 e 30 anos.

Boa parte dos projetos anunciados se refere a concessões que o governo vai relicitar, caso de três rodovias (Nova Dutra, CRT e Concer) e à renovação antecipada de contratos, caso dos terminais de carga e de 5 ferrovias. Ao todo, eles somam cerca de R$ 25 bilhões em investimentos.

Empregos

200 Mil novos empregos diretos e indiretos devem ser gerados com as concessões, segundo afirmou o presidente Michel Temer, durante reunião do conselho do PPI.

Fonte: http://diariodonordeste.verdesmares.com.br/cadernos/negocios/concessoes-terao-r-45-bilhoes-1.1716367

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Clima

 

Cotação


Cotações de Moedas fornecidas por Investing.com Brasil.
​​