Realizar busca
- 21/03/2019 - 08:25
Com nova lei, País poderá ter até 12 empresas aéreas operando

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira, 20, o texto-base do projeto de lei que permite a empresas aéreas em operação no Brasil terem até 100% de capital estrangeiro. Para o especialista em Direito Aeronáutico, André Soutelino, o País deve ter a partir desta nova lei até 12 empresas operando.

“Mas vamos torcer por mais. 97% do tráfego nas mãos de 3 companhias aéreas não está certo. 

Mas virão novas empresas para certos nichos de mercados. Boa parte na aviação regional. Sem ser regional eu acho que teremos 5 ou 6 empresas”, acrescenta. 

Segundo ele, o Estado brasileiro precisa fazer a parte que lhe cabe. “Como unificar ou isentar a alíquota de ICMS no combustível de aviação; ampliar a rede dutos para o transporte do combustível de aviação; promover de forma inteligente o turismo no exterior. Por fim, o Estado precisa aumentar o poder aquisitivo da população e estimular a geração de empregos”. 

Virgin Atlantic e Norwegian

A companhia aérea inglesa Virgin Atlantic iniciará rota entre o Aeroporto Internacional de Heathrow, em Londres, e o Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, a partir do próximo ano. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (20). O voo, com duração de 11h55, terá frequência diária. É a primeira vez que a empresa fundada por Richard Branson atua na América do Sul.

Os voos serão operados em aeronave Boeing 787 e contarão com três opções de cabine: Upper Class, Premium Economy e Economy, sendo que a última é dividida em Delight, Classic e Light.

No dia 31 de março, é a vez da Norwegian estrear no Brasil, com voos entre Londres Gatwick e Rio de Janeiro.

 

Fonte: Diário do Nordeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Clima

 

Cotação


Cotações de Moedas fornecidas por Investing.com Brasil.
​​