Realizar busca
- 24/09/2019 - 07:00
China tem quatro cidades entre as cinco melhores do mundo para fintechs, diz estudo

Pequim e Xangai são as melhores cidades do mundo para o fomento da indústria de fintechs. Segundo pesquisa semestral realizada pelo Instituto de Desenvolvimento da China (CDI) e pelo britânico Z/Yen Partners, quatro entre os cinco principais centros globais para startups do setor financeiro estão na China.

O estudo Global Financial Centres Index (GFCI) perguntou a especialistas na área de fintechs quais os aspectos mais importantes de uma cidade propícia para o desenvolvimento da indústria. Os temas mais citados foram disponibilidade de pessoal especializado (16%), acesso a capital (16%), ambiente regulatório propício (13%) e infraestrutura de informações e comunicações (12%).

Depois de Pequim e Xangai, respectivamente na primeira e segunda posições, estão Nova York, Guangzhou e Shenzhen. O ranking completo (abaixo) tem vinte cidades, com uma outra chinesa, Chengdu (18º), além de Hong Kong (7º), região especial da China.

Os dados comprovam a liderança da China no setor de fintechs e, de acordo com o GFCI, “refletem o foco do país em desenvolvimento tecnológico”. O estudo afirma que análise de Big Data e cibersegurança são as áreas mais importantes para startups deste mercado.

No dia 2 de dezembro, acontece a conferência Money20/20, em Hangzhou. O evento é um dos mais reconhecidos do mundo em relação à indústria de serviços financeiros e faz parte da agenda da Missão China, realizada pela StartSe. Veja mais informações aqui.
Os maiores centros para Fintechs no mundo, segundo o GFCI

1. Pequim

2. Xangai

3. Nova York

4. Guangzhou

5. Shenzhen

6. Londres

7. Hong Kong

8. Cingapura

9. São Francisco

10. Chicago

11. Sydney

12. Tóquio

13. Los Angeles

14. Washington

15. Stuttgart

16. Melbourne

17. Boston

18. Chengdu

19. Toronto

20. Frankfurt

Fonte: StartSE

Clima

 

Cotação


Cotações de Moedas fornecidas por Investing.com Brasil.
​​