Realizar busca
- 14/10/2019 - 07:00
Ceará negocia investimento com chineses do setor de energia

O Governo do Estado segue em busca de novos investimentos para alavancar a economia local. O secretário do Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Maia Júnior, reuniu-se, ontem, (10) com dois possíveis investidores da China durante o Fórum de Investimentos Brasil 2019, em São Paulo. Apesar da agenda, o aporte ainda está em fase de negociação.

Maia Júnior detalha que os dois interessados são do setor de energia. “Ainda não tem nada concreto. Eles demonstraram um interesse inicial, nós sentamos e conversamos, mas para realmente fechar algo ainda vai demandar tempo”, afirma o titular da Secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet).

Ele acrescenta que, para hoje (11), último dia do evento, ainda não há novas reuniões marcadas. “O Fórum é uma promoção do Governo Federal para vender o Brasil a investidores estrangeiros. Nós estamos aqui com um stand do Ceará e, conforme for acontecendo a recepção dos investidores, aqueles que demonstrarem maior interesse eu recebo”, detalha Maia Júnior.

O evento tem como um dos objetivos destacar as oportunidades em setores estratégicos, como infraestrutura, energia, agronegócios, tecnologia e inovação.

Anúncios recentes

De janeiro a julho, o Conselho de Desenvolvimento Industrial (Cedin) do Estado já aprovou benefícios para 20 novas empresas que, juntas, deverão investir cerca de R$ 988 milhões nos próximos anos, gerando mais de mil empregos diretos.

No fim de agosto, a multinacional Diageo anunciou um investimento de R$ 100 milhões em seu novo complexo industrial, em Itaitinga, previsto para entrar em operação até o segundo semestre de 2020.

No início de setembro, a Klabin, maior produtora brasileira de papéis para embalagem e embalagens de papelão ondulado, também acertou com o Governo novos investimentos, como a instalação de uma fábrica em Horizonte com aporte financeiro de R$ 500 milhões. Também focada em suprir a demanda por embalagens, a multinacional West-Rock anunciou um investimento de R$ 10 milhões em Pacajus. Com esse montante, a empresa soma mais de R$ 100 milhões aplicados no Estado.

Participando do Fórum de Investimentos Brasil 2019, o secretário do Desenvolvimento Econômico do Estado, Maia Júnior, comentou que está negociando com empresas chinesas do setor de energia

Fonte: Diário do Nordeste

Clima

 

Cotação


Cotações de Moedas fornecidas por Investing.com Brasil.
​​