Realizar busca
- 03/09/2019 - 07:00
Bee Delivery, startup criada em Mossoró, atinge 1 milhão de entregas

No início de 2018, Thales Patreze decidiu fundar sua própria startup. Junto com os sócios Luan Rodrigues e André Ramon, o empreendedor criou a Bee Delivery, plataforma que conecta empresas com entregadores. A jornada começou em Mossoró, interior do Rio Grande do Norte. “Sentimos que existia uma demanda reprimida em relação à logística, principalmente no setor de restaurantes”, ressalta Thales, em entrevista à StartSe.

O aplicativo funciona como um “uber de entregas”. As empresas entram na plataforma e solicitam um motoboy. As taxas do serviço são calculadas de acordo com a distância. Os entregadores, que trabalham como autônomos, recebem as chamadas e realizam as entregas. Os clientes têm a opção de pagar por cada pedido ou por fazer uma recarga no aplicativo.

A escolha do nome não foi por acaso. “As abelhas por essência fazem ‘deliverys’ com a polinização das flores. Além disso, trabalham desde o primeiro até o último dia de vida”, explica Thales.

Conheça as tecnologias, startups e empresas que estão redefinindo o setor de logística no Logística Innovation Day

Com pouco mais de um ano, a startup já está presente em 24 estados e atingiu 1 milhão de entregas realizadas. “Esse foi um marco muito importante para a empresa. É bem difícil começar algo no interior, sem muita estrutura tecnológica e mão de obra especializada. Além disso, não recebemos nenhum investimento”, conta Thales.

Ter um bom plano de expansão, segundo o empreendedor, foi fundamental para o crescimento da startup. “Começamos em Mossoró mas rapidamente chegamos em Fortaleza e Natal, onde poderíamos extrair mais benefícios. Muitas pessoas imaginam que para ter uma startup de sucesso é preciso nascer em um grande centro. Mas com persistência e foco, certamente dará certo, seja no interior ou na capital”, afirma.

Novo aliado

Em abril deste ano, a startup foi procurada pelo iFood. “Muitas vezes, eles fechavam parcerias com restaurantes que não tinham motoboys e nos indicavam para oferecer o serviço. Até que isso chegou na direção da empresa, que entrou em contato para formalizar e integrar os sistemas”, conta Thales.

Hoje, os restaurantes cadastrados no iFood podem contratar o serviço da Bee Delivery e ter acesso a todas as funcionalidades em uma única plataforma. Já os clientes, quando fazem um pedido nesses estabelecimentos, conseguem acompanhar as entregas dentro do próprio aplicativo. “Com a parceria, conseguimos facilitar tanto a vida das empresas, que não precisam lidar com mil botões para despachar as entregas, quanto a dos usuários finais”, explica Thales.

Agora, a startup se prepara para lançar um aplicativo voltado para pessoas físicas. Os empreendedores também planejam escalar a solução para fora do Brasil. “Hoje já atuamos em 60 cidades e queremos crescer ainda mais. Para isso, estamos em conversas com outros três países”, afirmou Thales.

Fonte: StartSE

Clima

 

Cotação


Cotações de Moedas fornecidas por Investing.com Brasil.
​​