Realizar busca
- 22/11/2017 - 18:00
38 municípios do Ceará têm saldo positivo de empregos

No acumulado do ano, contudo, as cidades do Estado com mais de 30 mil habitantes têm saldo negativo de 1.386 vagas

Cerca de 60% dos municípios cearenses com mais de 30 mil habitantes, ou 38 cidades, em números absolutos, registraram saldo positivo na geração de vagas de emprego formais em outubro. Ao todo, levando em consideração apenas essas cidades, foram 2.830 postos de trabalho, número que decorre da diferença entre 30.364 admissões e 27.534 demissões no décimo mês do ano. Os dados constam no mais recente Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado pelo Ministério do Trabalho.

O principal saldo positivo foi registrado em Fortaleza, com 915 vagas, resultado de 18.502 admissões e 17.587 demissões em outubro. Em números relativos, houve expansão de 0,14% no número de vagas no mercado de trabalho formal na Capital cearense. Outro destaque entre os municípios com saldo positivo na geração de empregos é Sobral, com 1.400 admissões e 735 desligamentos, resultando em 665 vagas ou alta de 1,58%.

Também se destacaram na publicação do Caged as cidades de Morada Nova (333 vagas); Horizonte (205 vagas); Juazeiro do Norte (202 vagas); Cascavel (172 vagas); Maracanaú (151 vagas); Barbalha (151 vagas); Aracati (131 vagas) e Caucaia (121 vagas). O analista de Mercado de Trabalho do Sistema Nacional de Emprego/Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (Sine/IDT), Mardônio Costa, lembra que os municípios com maior saldo positivo são regiões nas quais há atividade industrial significativa.

O setor da Indústria de Transformação teve grande impacto na geração de empregos formais, com 1.530 vagas das 2.918 registradas no mês de outubro deste ano.

“Cada município tem a sua particularidade econômica. Para fazer uma análise mais aprofundada, seria necessário avaliar a situação fiscal desses municípios e outras variáveis, mas é possível dizer que isso está associado ao fato de a indústria ter um peso significativo no mercado de trabalho desses locais que tiveram saldo positivo em outubro”, avalia Mardônio Costa.

Ele também destaca a participação do comércio nos números positivos do municípios. “Claro que a gente tem que lembrar da participação do comércio na geração de empregos em outubro, atividade que é preponderante nos municípios em geral”, acrescenta o analista de Mercado de Trabalho do IDT.

Acumulado

Das 64 cidades cearenses listadas, 38 tiveram saldo positivo, enquanto 24 tiveram saldo negativo e outras duas, Jaguaribe e Bela Cruz, não registraram variação (zero). No ano até outubro, essas 64 cidades acumulam saldo negativo. São 1.386 vagas a menos no período, resultado que decorre de 311.269 admissões e 312.655 demissões (-0,13%). Em 12 meses, o saldo também ficou em -8.007, variação de -0,72% (365.512 admissões e 373.519 demissões). Levando em consideração todas as cidades pesquisadas, foram 31.613 admissões e 28.695 desligamentos (2.918 vagas). No acumulado do ano, o saldo ficou em -869 e, em 12 meses, em -8.442.

Tiveram os piores desempenhos em geração de vagas de trabalho formais em outubro, de acordo com os dados do Caged, os municípios de Eusébio (-161); Russas (-139); Limoeiro do Norte (-108); Aquiraz (-84); Iguatu (-72); Maranguape (-66); Canindé (-41); Pentecoste (-38); Missão Velha (-30) e Brejo Santo (-24).

Em termos relativos, o principal crescimento em vagas de emprego formais foi visto em Santana do Acaraú (9,44%), saldo de 44 admissões e 10 demissões (34 vagas). Em seguida, estão Morada Nova (8,43%); Cascavel (2,87%); Amontada (2,58%); Beberibe (2,04%); Tauá (1,9%); Itarema (1,75%); Viçosa do Ceará (1,65%); Barbalha (1,58%) e Sobral (1,58%).

Fonte: http://diariodonordeste.verdesmares.com.br/cadernos/negocios/38-municipios-do-ceara-tem-saldo-positivo-de-empregos-1.1854376

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Clima

 

Cotação


Cotações de Moedas fornecidas por Investing.com Brasil.
​​